VIII Encontro Nacional ABEC

arte religiões samuel abril 2017
Historicamente, a morte e o morrer têm permitido a construção de diferentes práticas e representações sociais que têm sido temas de múltiplas investigações, em distintos campos do conhecimento. Sociedades e grupos sociais diversos, ao darem destino aos mortos, adotaram e adotam rituais específicos, envolvendo a preparação do corpo, o sepultamento efetivo, bem como a concepção simbólica de ritos e devoções. Essas cerimônias estabelecem elos entre o visível e o invisível, o mundo dos vivos e o dos mortos, o sagrado e o profano, religando tais dimensões.

Em seu VIII Encontro Nacional, a Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais propõe fomentar a discussão e a divulgação de estudos sobre diferentes práticas religiosas diante da morte e do morrer, em distintos espaços sociais e geográficos, bem como em variados momentos históricos, e convida a participação de especialistas e pesquisadores interessados em contribuir com suas reflexões e partilhá-las nas atividades do evento.

Local
O evento vai ocorrer nas dependências da Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, no Auditório Tito Sena, Centro de Ciências Humanas e da Educação – FAED, localizado na Rua Madre Benvenuta, 2007, bairro Itacorubi, em Florianópolis/SC, entre os dias 17 e 20 de julho.

PROGRAMAÇÃO 
DIA 17/07/2017 – SEGUNDA-FEIRA

08h30 às 09h00 – Credenciamento
09h00 às 11h00 – CONFERÊNCIA INAUGURAL
“Religiões e religiosidades: práticas, visões e crenças diante da morte e do morrer”
A mesa de abertura contará com os conferencistas Ana Mery Trilha Matte (Presidente do Centro Espírita Seara do Amor), Ethel Scliar Cabral (Diretora de projetos da Associação Israelita Catarinense – AIC), Luiz Prim (Padre da Arquidiocese de Florianópolis), Marcio Marques (Presidente do Presbitério Grande Florianópolis da Igreja Presbiteriana Independente de Florianópolis) e Maria de Fatima Mendes Ribas (Dirigente/Zeladora de Santo do Centro de Umbanda Pai Jacó de Angola, em ritual Umbanda de ervas)

11h00 às 12h00 – DEBATE
12h00 às 14h00 – INTERVALO PARA ALMOÇO

SESSÃO 1 – CEMITÉRIOS E RITOS FUNERÁRIOS
14h20 às 15h00 – Irmãos Canozzi: um crime, uma fé – Sara Nunes
15h00 às 15h20 – Placas de ex-votos e oferendas: as milagreiras do cemitério São Francisco de Assis,                                         Itacorubi/Florianópolis (1980-2015) – Julia Massucheti Tomasi
15h20 às 15h40 – Quando a morte é uma festa no Vale do Ribeira: um primeiro olhar sobre o Tooro                                           Nagashi em Registro (SP) – Aline Silva Santos

15h40 às 16h20 – DEBATE
16h20 às 16h40 – INTERVALO PARA CAFÉ

SESSÃO 2 – CEMITÉRIOS, EDUCAÇÃO E COLONIZAÇÃO
16h40 às 17h00 – Cemitérios teutos-brasileiros no sul do Brasil: análise e estudo comparativo entre os                                        túmulos da Alemanha e das cidades de colonização teuta no Rio Grande do Sul –                                              Thiago Nicolau de Araujo
17h00 às 17h20 – O início do fim? A pedagogia cemiterial aplicada no ensino básico – Kate Fabiani Rigo

17h20 às 17h40 – DEBATE

18h00 – Lançamento do livro “Guia do Patrimônio Cultural Funerário Catarinense” de Elisiana Trilha Castro. O lançamento contará com a presença de membros da Fundação Catarinense de Cultura (FCC): Rodolfo Joaquim Pinto da Luz (Presidente da FCC), Vanessa Maria Pereira (Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural-FCC) e Fábio Andreas Richter (Historiador – FCC) que abordarão questões sobre o Patrimônio Cultural Funerário Catarinense junto com a autora. O guia será distribuído gratuitamente aos participantes do lançamento.

DIA 18/07/2017 – TERÇA-FEIRA

SESSÃO 3 – CEMITÉRIO, RITOS E PATRIMÔNIO
09h00 às 09h20 – Revista M, perspectivas – Claudia Rodrigues
09h20 às 09h40 – Indumentária para uma boa passagem: uma reflexão sobre práticas mortuárias –                                             Glayce Rocha Santos Coimbra
09h40 às 10h00 – Curso de conservação e limpeza para arte tumular: um estudo de caso no cemitério da                                  Consolação São Paulo – Viviane Comunale e Fábio das Neves Donadio

10h00 às 10h20 – INTERVALO PARA CAFÉ

10h20 às 10h40 – Por uma graça alcançada: estudo de caso a respeito de santos populares em São                                              Gabriel (RS) – Nara Rejane Zamberlan dos Santos e Nastaja Cassandra Zamberlan dos                                  Santos
10h40 às 11h00 – Preservação dos cemitérios São José em Porto Alegre (RS) – Luiza Fabiana Neitzke de                                   Carvalho

11h00 às 12h00 – DEBATE
12h00 às 14h00 – INTERVALO PARA O ALMOÇO

SESSÃO 4 – CEMITÉRIOS, CIDADE E ARTE
14h00 às 14h20 – (RE) criando histórias: O cemitério da Associação Cemitério Bonfim e a malha urbana                                    em Cacoal (RO) – Andressa Zampoli e Jamille Coelho Barbosa
14h20 às 14h40 – São Martins: um cemitério periférico, (des) conhecido na cidade de Bagé (RS) -Elaine                                   Maria Tonini Bastianello e Fábio Vergara Cerqueira
14h40 às 15h00 – A morte e o morrer sob a perspectiva da gestão pública: o difícil diálogo entre                                                   o tradicional e o moderno no Espírito Santo do século XIX – Júlia Freire Perini
15h00 às 15h20 – A configuração dos espaços destinados ao enterramento: o campo da forca na Cidade                                    de Goiás, século XIX – Ludimília Justino de Melo Vaz e Samuel Campos Vaz
15h20 às 15h40 – Cidade, cemitérios e memória: os casos de Cruz Alta (RS) e Belo Horizonte (MG) –                                           Thaissa de Castro Almeida Caino e Luísa de Assis Roedel

15h40 às 16h20 – DEBATE
16h20 às 16h40 – INTERVALO PARA UM CAFÉ

SESSÃO 5 – CEMITÉRIOS, CIDADE E ARTE
16h40 às 17h00 – A arte da saudade em Campinas final do século XVIII e metade do XIX – Pedro Carlos                                   Panazzolo
17h00 às 17h20 – Desnudando a masculinidade: representações de nudez e seminudez na estatuária                                         funerária paulistana (1920-1950) – Maristela Carneiro

17h20 às 18h00 – DEBATE

18h00 às 19h00 – Exibição do documentário “Uma arquitetura para além dos seus muros”, de Nira de       Oliveira O documentário apresenta o cemitério São Francisco de Paula como bem cultural e aborda sua importância na cidade de Curitiba (PR), com sua arquitetura e ritos funerários. O documentário e o catálogo serão distribuídos gratuitamente aos participantes do evento.

19h00 às 19h30 – ASSEMBLEIA GERAL ABEC

DIA 19/07/2017– QUARTA-FEIRA

SESSÃO 6 – CEMITÉRIOS E NOVOS OLHARES
09h00 às 09h20 – Um caminho para a curadoria cemiterial – Helen Helena Almeida e Diego Ferreira                                         Ramos Machado
09h20 às 09h40 – Chá no Cemitério de São Miguel: Uma proposta de produção cultural na Cidade de                                         Goiás – Ricardo Augusto Nogueira e Maria Elizia Borges

09h40 às 10h00 – INTERVALO PARA CAFÉ

10h00 às 10h20 – Cemitério Municipal São Francisco de Assis – Florianópolis (SC): o uso de um sistema                                  de informação geográfica (sig) no auxílio à gestão pública – Sarah Toso Mendes e                                            Mariane Alves Dal Santo
10h20 às 10h40 – Cemitério: Museu a céu aberto – Um novo olhar ao campo santo Proposta de                                                    musealização do Cemitério da Igreja Luterana do Espírito Santo de Blumenau SC –                                        Raquel Brambillla
10h40 às 11h00 – Sexo dos mortos: práticas de enterramento das travestis em Curitiba – Adriane                                                 Piovezan e Clarissa Grassi

11h00 às 12h00 – DEBATE
12h00 às 14h00 – INTERVALO PARA ALMOÇO

SESSÃO 7 – CEMITÉRIOS, DOCUMENTO E MEMÓRIA
14h00 às 14h20 – Vestígios materiais da morte: as pesquisas em arqueologia e cemitérios na Baía                                                Babitonga, Santa Catarina – Maria Cristina Alves, Fernanda Mara Borba e Graciele                                          Tules de Almeida
14h20 às 14h40 – Cemitério e epigrafia: um olhar a partir da arquivologia – Fernanda Kieling Pedrazzi
14h40 às 15h00 – Patrimônio cemiterial de Nazaré, Bahia: arquitetura e arte do cemitério Nosso Senhor                                   dos Aflitos – Fabiana Comerlato e Caroline Pereira Teixeira
15h00 às 15h20 – Cemitérios, monumentos in memorian e arte paisagística: o espectro da morte e o                                           desenho de paisagens fúnebres – Rubens de Andrade e Aldones Nino
15h20 às 15h40 – Portais eletrônicos e bases de dados: o SPECULA e seu potencial para a disseminação                                   do patrimônio funerário em Santa Catarina – Janice Gonçalves

15h40 às 16h20 – DEBATE
16h20 às 16h40 – INTERVALO PARA CAFÉ

SESSÃO 8 – CEMITÉRIOS, DOCUMENTO E MEMÓRIA
16h40 às 17h00 – O cemitério em texto – uma análise crítica da produção bibliográfica sobre o Bonfim –                                   Marcelina das Graças de Almeida
17h00 às 17h20 – Túmulo dos Soldados do Fogo – Das comemorações ao esquecimento, a utilização de                                     um túmulo para a construção e desconstrução de uma identidade – Julio Cesar de                                           Aguiar Santana

17h20 às 17h40 – DEBATE

17h40 – Lançamento do livro “Céus e Terra” de Franklin Carvalho
O livro é vencedor da edição 2016 do Prêmio Nacional Sesc de Literatura, do Serviço Social do Comércio e enfoca os mitos e medos existentes em torno da morte no sertão e na sociedade brasileira.
18h15 – Passeio noturno “Floripa Misteriosa” – centro histórico. Duração do passeio: 1 hora e 30 minutos, com custo promocional de R$ 20,00. Os participantes poderão ir para o centro de Florianópolis com ônibus, pela linha UDESC via Beira Mar que atende a universidade, com horários regulares, partindo do ponto na frente da UDESC. Além do ônibus, a Ilha dispõe de UBER e táxi.  Um integrante acompanhará os participantes no ônibus até o local do passeio. O passeio será realizado pela Floripa Dazantiga Roteiros Culturais que desenvolve caminhadas urbanas temáticas, centradas em tópicos específicos da história local. O passeio noturno “Floripa Misteriosa” reconta casos de mortes misteriosas, assassinatos, tragédias e possíveis manifestações sobrenaturais na região central da cidade. A condução do passeio é da historiadora Pauline Kisner, caracterizada como o personagem fictício Matilda Augusta, uma viúva dos anos 1890.

DIA 20/07/2017 – QUINTA-FEIRA

VISITA GUIADA E INAUGURAÇÃO DO MEMORIAL FUNERÁRIO MATHIAS HAAS
07h00 às 20h30 – Visita ao Cemitério da Paróquia Luterana de Blumenau e inauguração do Memorial Funerário Mathias Haas.
Saída da UDESC às 7h00 e saída de Blumenau às 16h com previsão de chegada até 18h30 em Florianópolis. A participação nas atividades é gratuita, com vagas limitadas.  A organização cederá o ônibus para o deslocamento até a cidade de Blumenau (distante 2 horas do local do evento), que partirá da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e retornará no mesmo dia, ficando por conta do participante as despesas com alimentação.
10h30 visita ao Cemitério da Paróquia Luterana de Blumenau guiada pela professora e historiadora, Sueli Petry.
14h00 Inauguração do Memorial Funerário Mathias Haas, espaço pioneiro no Brasil dedicado ao tema da morte, aos cemitérios e à preservação do patrimônio cultural funerário.

Cronograma de inscrições
PRAZO DE SUBMISSÃO DE ARTIGOS PRORROGADO ATÉ DIA 17/05, QUARTA-FEIRA

Até 07/05/2017 – Prazo para submissão de trabalhos completos
Até 31/05/2017 – Período para análise dos trabalhos inscritos
De 31/05/2017 até 03/06/2017 – Envio das cartas de aceite
Até 07/07/2017 – Prazo para inscrição de ouvintes

Normas para apresentação de trabalhos
Será permitido o envio de um trabalho inédito por participante, sendo aceito um máximo de três autores por comunicação. O envio do texto completo do artigo deverá ser feito para o email estudos.cemiteriais@gmail.com juntamente com o comprovante do pagamento de inscrição. O arquivo deve ser enviado no formato Word 97 ou superior, com as seguintes especificações:

– Página A4 e margens de 2,5 cm (superior, inferior, direita e esquerda);
– Fonte Arial, tamanho 12 para corpo de texto e tamanho 10 para citações fora do corpo do texto (citação com mais de 3 linhas), notas de pé de página, resumos e palavras-chave;
– Espaço interlinear 1,5;
– Título – centralizado, em maiúsculas e em negrito;
– Na segunda linha depois do título – nome completo dos(as) autores(as), alinhado à direita e seguido do nome da instituição de filiação e e-mail;
– Incluir resumo abaixo da identificação dos autores com até 10 linhas, espaçamento simples e 3 palavras-chave com a mesma formatação;
– Máximo de 15 páginas (incluindo notas, imagens, tabelas e bibliografia);
– Será permitida a inserção de até 6 imagens;
– A bibliografia deverá estar no fim do texto, com a seguinte formatação: Fonte Arial, corpo 10, espaçamento simples.

Inscrição
Associado ABEC independendo ser ouvinte ou apresentar trabalho (os associados deverão estar em dia com as anuidades para poder inscrever trabalhos) – R$ 100,00
Não associado ABEC com apresentação de trabalho – R$ 150,00
Não associado ABEC como ouvinte – R$ 100,00
Ouvinte aluno de graduação – R$ 50,00

Os pagamentos das inscrições deverão ser efetuados através de depósito na conta poupança da ABEC, Banco Caixa Econômica Federal, Agência 0374, Operação 13, Conta 80448-3.

Após a realização do depósito, o comprovante de depósito deverá ser encaminhado para o email estudos.cemiteriais@gmail.com em conjunto com a proposta de comunicação. Não haverá devolução do valor referente às inscrições. No caso de propostas não aceitas pela comissão científica ou inviabilizadas por qualquer razão, o proponente poderá usar o valor já pago para participar do evento como ouvinte.

Hospedagem
Para facilitar a estadia em Florianópolis seguem algumas dicas de hotéis. Tratam-se de sugestões selecionadas conforme a proximidade com o local do evento, considerando a possibilidade de trânsito congestionado. Além deles, indicamos o balneário mais próximo, Lagoa da Conceição para quem deseja ficar perto da praia. No caso da Lagoa, em função do grande número de opções de pousadas, hostels e hotéis é preciso consultar diretamente os estabelecimentos, observando que a chegada e saída da Lagoa da Conceição envolvem a passagem pelas famosas “7 curvas da Lagoa” onde o trânsito costuma ser mais lento.

As dicas de hotéis aqui presentes também não invalidam uma boa busca por outras opções em sites como Booking, Trivago e mesmo pelo Airbnb.  Além do transporte de ônibus com plataformas de integração onde ocorrem paradas e esperas (dependendo do local de hospedagem não consegue atender de forma eficiente), a ilha dispõe de UBERs e taxis.

Dicas de hotéis para hospedagem entre 17 e 20/07 com tarifas atuais (fevereiro/2017):

Hotel Mercure – 1,5 km de distância do local do evento
Single (R$ 246,00 com café da manhã)
Duplo (R$ 276,00 com café da manhã)
Rodovia Admar Gonzaga, 600 – Itacorubi, Florianópolis
Telefone: (48) 3231-1700
http://www.accorhotels.com/pt/hotel-5693-mercure-florianopolis-convention-hotel/index.shtml 

Hotel Slavieiro – 3,2km de distância do local do evento
Single (R$ 199,00 com café da manhã)
Duplo  (R$ 229,00 com café da manhã)
Rua Des. Vítor Lima, 380 – Trindade, Florianópolis
Telefone:(48) 3203-1000
http://www.slavierohoteis.com.br/hotel-em-florianopolis/slaviero-executive-florianopolis/hotel/

Hotel Quinta da Bica D’Água – 4,3kmde distância do local do evento
Single (R$ 198,00 com café da manhã)
Duplo (R$  246,00 com café da manhã)
Triplo (R$  289,00 com café da manhã)
Rodovia Cap. Romualdo de Barros, 641 – Carvoeira, Florianópolis
Telefone: (48) 3331-0700
http://www.hotelquintadabicadagua.com.br/

Hotel Maria do Mar – 4,7kmde distância do local do evento
Single (R$ 183,00 com café da manhã)
Duplo  (R$ 215,00 com café da manhã)
Rodovia João Paulo, 2285 – João Paulo, Florianópolis – SC, 88030-300
Telefone: (48) 3238-3009
http://mariadomar.com.br/

Hotel SESC Cacupé– 9,3kmde distância do local do evento
Single (R$ 164,00 com café da manhã)
Duplo (R$ 264,00 com café da manhã)
Para grupos maiores de 20 pessoas – o hotel poderá dar descontos
Estrada Haroldo Soares Glavan, 1670 – Cacupé, Florianópolis – SC, CEP: 88050-005
Telefone: (48) 3251-4848
http://ww2.sesc-sc.com.br/hotelsescemcacupe/

hoteis abec

Clima
Informações sobre o clima e temperaturas podem ser obtidas em Climatempo

Comments are closed.